Corre Mundo

CIDADE DO MÉXICO – 3 PASSEIOS IMPERDÍVEIS


 

A Cidade do México ainda não está nos roteiros de brasileiros, que vão, na maior parte das vezes, diretamente para Cancun e arredores.
DF, como eles chamam, não me agradou muito. Problemas de uma grande capital que bem conhecemos: trânsito caótico, barulho e uma certa sensação de insegurança. Também não me entendi com a comida – tudo frito, gorduroso, ardido e misturado com inventividade. Muitos amam, uma parte vai de imosec (a única palavra que consegui entender da conversa de duas alemãs no quarto), outros rezam e os precavidos sobrevivem. O gostoso lá são as comidas de rua e suas mil salsas. E se prepare. Se você se acha radical porque mistura fandangos de presunto com chocolate, meu amigo, é porque não conheceu a falta de noção criatividade mexicana. No café da manhã não comi um único dia paõzinho com manteiga. Algumas vezes era uma refeição tão ardida que não rolava. Quando era bom, vejam só: ovo frito com molho de feijão preto, pimenta e abacate. E um café que faria o mais aguado dos americanos parecer uma overdose de cafeina.
Mas não se intimide. Eu não estava em um tour gastronômico e não procurei opções. Era uma passada rápida e tudo precisava estar à mão. Mas confesso que tive uma certa falta de esperança quando no jantar de gala do congresso o menu teve arroz e frango. Para mim foi a glória depois de alguns dias comer algo tão familiar, mas tive a sensação de que a alimentação lá realmente não era para mim.

Apesar dessa introdução não muito animadora, acredite, a Cidade do México oferece opções interessantíssimas de passeios e sim, vale a pena ficar 2 ou 3 dias.

Além do Museu de Antropologia – muito bacana, que valeu até um post próprio (aqui), destaco outros três passeios que valem a viagem:

 

1) PIRÂMIDES DE TEOTIHUACAN (“onde os deuses foram criados”)

Vista da área de Teotihuacan

Distante 50km da capital o conjunto de pirâmides, templos, casas, palácios e altares desta que foi a cidade pré-hispânica mais antiga da região do México, de 100 a.C.
Estima-se que a cidade, cortada pela calle de los muertos, chegou a ter mais de 120 mil habitantes, e atualmente a “avenida” ao longo da qual estão as obras mais preservadas tem 2,5 km de extensão.

São três pirâmides: Palácio Quetzalpapalotl, Pirâmide da Lua e do Sol (terceira maior do mundo, menor apenas que a Cholula, também no México, e a de Quéops, no Egito). É de arrepiar. Tanto a pirâmide egípcia quanto a do Sol têm a mesma área de base – lados de 225 metros, mas a do Sol é mais baixa.
Para a maioria subir os 64m bem verticais só exige fôlego, mas não é fácil para quem tem problema com altura. Alguns desistem pela vertigem. Um dos israelenses que estava em meu grupo não conseguiu, e o guia contou ser comum.
O sol é forte. Se possível vá bem cedo para evitar as multidões e leve água. O local é um dos mais visitados do México, declarado Patrimônio da Humanidade pela Unesco.

Além das pirâmides há um museu interessante e dezenas de vendedores insistentes de artesanato em obsidiana, rocha vulcânica que dá forma às miniaturas dos deuses astecas. Um bom souvenir.

 

 

Subindo a Pirâmide do Sol

 

Como ir: Acertei diretamente no hostel porque achei o preço bom, mas é fácil o acesso de ônibus, partindo da Central de Autobuses del Norte. As excursões tradicionais fazem mais três paradas: a Praça das 3 Culturas, o Santuário da Virgem de Guadalupe e uma fazenda produtora de mezcal, espécie de “pai” da tequila, um destilado da planta ágave encontrada nos arredores de Oaxaca. Alguns contem uma larva encontrada na própria planta– meio esquisito, mas vá lá.
A Basílica da Virgem de Guadalupe foi erguida no local onde ela teria aparecido ao índio Juan Diego. São várias construções no local de peregrinação: capela, convento, a igreja original de 1709 (interditada) e a basílica moderna. Para ir de metrô: estação 18 de Março ou La Villa-Basílica.

 

Área de peregrinação à Basilica de Guadalupe

 

 

2) BOSQUE E CASTELO CHAPULTEPEC
Grande área verde da cidade, com 800 hectares e dividido em três seções, incluindo zoológico, museus, monumentos, fontes, lago e ótimas trilhas para correr, pedalar e caminhar. Dá pra alugar uma bike de passeio lá mesmo.
Lá fica também o Castelo de Chapultepec, de 1784, residência dos vice-reis espanhóis. Combine com a ida ao Museu de Antropologia, pois ficam próximos, basta atravessar a avenida La Reforma. No castelo funciona o Museu Nacional de História e ao fundo o Jardim Botânico. O bosque oferece várias atrações para crianças e é um programão para fazer com os pequenos.
As estações de metrô mais próximas são Auditorio e Chapultepec.

Subindo ao Castelo de Chapultepec

Observatório astronômico do Castelo de Chapultepec

 

ZÓCALO
Uma parada obrigatória para sentir o cotidiano da capital mexicana e ao mesmo tempo aprender suas origens. A área histórica, também declarada Patrimônio da Humanidade pela Unesco, marca o local de nascimento da cidade e é usada constantemente para festas e manifestações. A Catedral, principal obra e maior do continente, foi construída sobre um antigo templo asteca.
Ao lado, o Palácio Nacional do século 17, com visitas gratuitas diárias. Nesta sede do governo mexicano veja o famoso mural de Diego Rivera. Próximo, o Templo Mayor, um museu com ruínas astecas sobre o local original de orações e rituais.
Belíssimo também o prédio do Museu de Belas Artes.
Metrô: estação Zócalo.

A maior Catedral da América fica na Cidade do México, no Centro Histórico

 

Museu de Belas Artes fica próximo ao Zócalo

Noite
O luxuoso bairro Polanco ou o descolado Condesa são as melhores opções. Fiquei hospedada no Centro Histórico e encontrei boas opções também. Próximo à estação de metrô Isabel La Católica havia muitos barzinhos interessantes.

Onde ficar
Os albergues mexicanos em geral são muito bons. Fiquei hospedada no Hostel Regina, no centro histórico e gostei muitíssimo. Limpo, novo, moderno, barato. Fiquei impressionada.

Restaurante dentro do Hostel Regina. Boa opção no Centro Histórico para a noite

 

Como se locomover
O metrô é terrível – vendedores colocam músicas para tocar muito alto, meio caótico. Mas a rede é ótima, dá até para ir ao aeroporto (fui e recomendo em partes. Não tem escada rolante, então se estiver com mala pesada é um perrengue). O trânsito lá é um caos então se der para fazer grandes trechos de metrô, prefira. Os táxis são baratos.

 

Dica despropositada – câmeras fotográficas baratas
Não sei se serve para alguém, mas para comprar máquinas fotográficas, lentes e afins com preços ótimos a Santa Ifigênia deles chama-se Calle Donceles, no centro. São muitas lojas e o preço compensa. Próximo ao Zócalo.


Twitter Siga o Corremundo pelo Twitter Facebook Curta nossa página no Facebook


  • 84 Comentários

  • Olá. Tudo bem?
    Seu post foi selecionado para a #Viajosfera, do Viaje na Viagem.
    Dá uma olhada em http://www.viajenaviagem.com

    Até mais,
    Bóia Paulista

  • Andrea says:

    17/05/2012

    Eu acabei de voltar do Mexico e nao achei tudo tao caotico ou a comida tao ruim como relatado. Claro que a comida é diferente, mas optei por algo que se assemelhasse mais ao que estou acostumada. Tambem optei por sair do Hotel depois das 9 da manha e nao tive problema com o transito. Alias, o transito chega a ser melhor que o transito de SP. Fiquei uma semana e só passei perrengue na loja de Prata perto das Piramides. A Dona deixa a gente bem desconfortavel para nao comprar e o preço é bem salgado.

    • Marina says:

      17/05/2012

      Andrea, também tive dificuldade em me desvencilhar de vendedores em geral, principalmente perto das pirâmides. Para mim o maior problema com a comida foi o fato de muita coisa ser frita, mas não era ruim. Aliás, trouxe vários molhos apimentados diferentes pra casa na volta. :)

    • Claiston says:

      09/09/2014

      Quais perrengue vocês passou nessa loja de prata?
      Irei ao México em outubro

  • Jussara says:

    18/09/2012

    Oi, Marina,
    Estou estudando espanhol no México, mas ainda não sei se vou visitar o DF; confesso que tenho um pouco de medo, e no texto vc fala sobre sensação de insegurança… Todo mundo fala do trânsito caótico, e mesmo sabendo que não vou usar carro já fico estressada…Estou com uma mala pesadíssima, então pelo menos pra ir para o aeroporto teria que ir de táxi… Aprendi a lição, e na próxima vou viajar mais leve.

    Quanto à comida, eu adoro comida mexicana! A da cidade em que estou é maravilhosa, de fritura só mesmo os tacos, mas comi poucas vezes. Acho que faltou vc procurar por mais opções, não? Ano passado tb estive por aqui e já havia gostado da comida, que é boa e barata, com pratos generosos. Adorei a dica da câmara, mas realmente ainda não sei se vou visitar a cidade. :-\

    • Marina says:

      18/09/2012

      Eu não tive muito tempo para procurar comida e fazer umas refeições legais, Jussara, era sempre o que estava mais fácil à mão, mas era muito barata e farta sim. O metrô é muito prático para chegar e sair do aeroporto se você não tem malas pesadas, pois não há escadas rolantes e tem muito sobe-e-desce. O taxi não é caro, mas o trânsito é beeem chato. Há algumas coisas que fazem DF valer a pena como as pirâmides e o Museu de Antropologia que é lindo, lindo, lindo. Engraçado você falar isso de machismo, eu não tinha pensado, mas pode até ser. Eu estava sozinha e eles de fato não foram tão receptivos quanto em outros países. Em que cidade você está? Aproveite :)

  • Jussara says:

    18/09/2012

    Ah, vc sentiu algum machismo nas ruas ou metrô? Eu adoro o México, tanto que voltei pela segunda vez e resolvi estudar espanhol aqui, mas o machismo tá pior que no Brasil. Dureza! Todos os guias de viagem impressos falam isso, e eu pensava que fosse exagero dos americanos, mas infelizmente não é. Isso me desanima um pouco tb de ir ao DF sozinha.

    • Camila Albino says:

      31/08/2013

      olá Jussara, boa tarde!
      estou interessa em estudar espanhol no méxico, e vi aqui nesse post o seu comentário. Você poderia me ajudar com algumas dicas?

      Aguardo resposta, obrigada

      • Jussara says:

        01/09/2013

        Oi, Camila,
        Que tipo de dicas você deseja?
        Bom, mas já posso adiantar que estudei espanhol numa cidade que se chama Oaxaca, uma das cidades coloniais do México. A escola em que estudei é muito boa, e tem um método diferente. As aulas são focadas na conversação, e os horários são vc que escolhe, e vc pode mudá-los, caso seja necessário, durante o curso. A duração tb é flexível, vc pode estudar por um dia, uma semana, um mês ou o quanto quiser. Se for preciso o diretor arranja uma casa de família pra vc ficar (esse tipo de hospedagem sai bem em conta) e vc escolhe se vai querer fazer as refeições na casa ou não. Essa escola é considerada a melhor da cidade, e eles aceitam apenas 3 alunos por classe, que é pro espanhol evoluir mesmo.
        Mas há outras escolas em outras cidades, só que pelo que pesquisei antes de ir elas oferecem cursos mais tradicionais, então acabei optando por essa.
        Eu sou suspeita pra falar do México pq gosto muito de lá, das pessoas e da comida (pra quem não gosta de pimenta é só pedir pra tirar). Acho um país encantador e pretendo voltar lá outras vezes.
        Eu não sei quais dicas vc queria, mas como vc falou em estudar espanhol acabei falando só da escola. Mas qualquer outra pergunta pode escrever aqui que eu respondo. :)

        • Camila Albino says:

          11/09/2013

          Olá Jussara, ajudou sim… Mas você poderia me informar o nome da Escola, como você se hospedou lá? Foi em casa de família ou por conta própria? E o seu intercâmbio, você comprou pacote, em alguma agência? Desculpa tantas perguntas, rsrs. É que sou fascinada pelo México e quando vi seu post me alegrei muito, pois não tinha com quem me informar sobre isso.
          Aguardo seu contato. Boa tarde!

          Qualquer coisa, pode me responder no meu e-mail e mantermos contato atravéz dele. É esse: mylla.albino@hotmail.com

          • Jussara says:

            15/09/2013

            Oi, Camila,
            A escola se chama Amigos del Sol, e foi o diretor de lá quem me arranjou a casa de família. Eu fiz tudo por conta própria: comprei as passagens pelo site da cia aérea, e conversei diretamente com o diretor por e-mail. Não tem muito mistério, e eu acho melhor dessa forma, sem intermediários. Mas você pode fazer através de uma agência também, há agências que trabalham com intercâmbio. Mas no caso específico dessa escola, o arranjo tem que ser feito diretamente com o diretor, já que ela é uma escola independente, e não-tradicional.
            Qualquer dúvida é só falar. :)

  • Jussara says:

    18/09/2012

    Pois é, Marina, no meu caso a mala tá pesadíssima e o cavalheirismo tá em falta. rs
    Estou em Oaxaca, no sul do país. Cidade colonial com um centro histórico lindinho, comida maravilhosa, mas o machismo é bem acintoso. Talvez não seja tão diferente do Brasil, mas como a cidade é menor e como é outro país a gente acaba sentindo mais. Mas no geral acho que os mexicanos são receptivos, pelo menos quando me perguntam e digo que sou do Brasil, abrem um sorriso e são bastante simpáticos. :-)

  • Ana Claudia says:

    21/10/2012

    Ola,
    Eu estou viajando para o Canada pela Aeromexico (devido o preço das passagens) e devo ficar 10hs no Mexico ate pegar o proximo voo.
    Gostaria de umas indicaçoes de lugares para visitar nesse curto intervalo de tempo. Eu desembarco na Cidade do México, Aeroporto Internacional Benito Juarez, dia 23/12 as 15h. E embarco dia 24/12 as 01h40. Pelas minhas contas, eu teria livre mesmo umas 6h para passear.
    Eu ja me informei e sei que posso desembarcar e embarcar novamente depois, levando somente a bagagem de mao e como tenho visto americano nao preciso do visto/autorizaçao para entrar/sair do Mexico.
    Agradeço se puder me ajudar!!
    Ana Claudia

    • Marina says:

      22/10/2012

      Ana Claudia, o problema é que até você sair do aeroporto – que é um pouco longe – já vai ser meio tarde para as principais atrações da cidade. O Museu Antropológico, por exemplo, fecha às 19h, e ficaria beeem corrido, mas de repente pode dar certo se seu vôo não atrasar. Você pode passear por Condesa, Roma e Polanco, bairros legais e com uma vida noturna mais animada. Boa viagem :)

  • Olá! Quanto tempo de metro até as estações, você lembra?
    Vou passar só um dia então ainda estou escolhendo o que fazer…
    Obrigada pela dica do hostel!!

    • Marina says:

      21/12/2012

      Não sei se entendi sua pergunta, Simone…. mas devem ser uns 2 minutos entre uma estação e outra. Ahh, o Hostel é bom, sim! Boa viagem!

  • Vou passar uns dias em Cancun com conexão no México de mais ou menos 10 horas, chego às 05:55 e embarco às 16:33, gostaria muito de ir ao BOSQUE E CASTELO CHAPULTEPEC pois estou acompanhada da minha neta de 5 anos, dá tempo? Ou Zócalo e Museu de Belas Artes ? Ou vc tem tem alguma sugestão? Obrigada!!!!!

    • Marina says:

      18/03/2013

      Oi Elaine, da tempo para ir ao Bosque e Castelo sim, é uma boa opção! Boa viagem

  • Alessandra says:

    19/05/2013

    olá! vou passar apenas 1 dia (chego 6:45 e embarco às 18:40) você acha possível fazer o passeio para piramide de teotihuacan? ou fica muito corrido
    obrigada!!

  • Acho que preciso de uma ajudinha.. ;) então, vou à Cancun, mas será através da cidade do México. Chego dia 03 setembro às 17:00hs, reservei um carro, e queria saber o que faço num fim de tarde desses por lá, porque a ideia seria no dia seguinte bem cedo eu acordar e fazer o check-out para ir direto às pirâmides, que considero obrigatório! tenho várias opções de vôos para Cancun, mas tem dois horários que particularmente me agradam. Sair as 15:00 (que eu chegaria em um bom horário para fazer check-in e jantar em Cancun) ou as 18:00, aproveitando mais a capital porém chegando tarde ao hotel em Cancun… o que você sugere que eu conseguiria fazer de melhor? Agradeço muito desse já! Parabéns pelo post!

    • Marina says:

      29/05/2013

      Luciano, a noite você pode explorar a área: Polanco, Condesa, Roma e Zona Rosa (escolha o que mais tem a ver com você). Ir para as pirâmides e voltar para pegar o voo das 15h pode ficar meio apertado. Mas se você for de carro e fizer seus próprios horários, acho que dá. Saia com antecedêcia porque o trânsito lá é sempre uma incognita. Boa viagem :)

  • Gi says:

    03/08/2013

    Oi
    Gostei das dicas. Devo ir inicio setembro. Duvidas: clima, ostro tem banheiro coletivo e metro e tranquilo ou não pra quem chega com mala pequena?precos sao bons artesanato e vestuários. Obrigada.

  • Mauricio says:

    19/08/2013

    Vou fazer uma escala na cidade do México das 7:00 am ás 6:00 pm, você acha que dá tempo de ir nas pirâmides de teotihuacan? Qual a melhor maneira de se locomover até lá?

    • Marina says:

      19/08/2013

      Da tempo sim. Eu pegaria uma agência de turismo mesmo, eles vão de van e não é caro.

    • Marina says:

      19/08/2013

      Da tempo sim. Eu pegaria uma agência de turismo mesmo, eles vão de van e não é caro. Mas se não tiver muito cansado pode ir de ônibus, é tranquilo.

  • zilda says:

    27/08/2013

    chego em cidade do mexico 9.00 da manhã vou para cancun 9.00 d noite em setembro
    gostaria de fazer um tour pela cidade,mais queria pegar um receptivo no aeroporto tem opções?? Queria que ele nos levassem em um bom restaurante sem pimenta kkkkk enfim um taxi pode ser?? pq queria um carro so pra nossa familia. obrigada

    • Marina says:

      28/08/2013

      Oi Zilda,
      Vocês terão tempo de sobra para procurar um restaurante sem pimenta, então…kkk por favor, compartilhe aqui o que encontrar :)
      Quanto ao receptivo, talvez um taxi fique mais barato mesmo. Boa viagem!

    • isabela says:

      07/08/2014

      achou alguma empresa que pegue no aeroporto ?

  • sofia says:

    03/10/2013

    cidade do Mexico sera minha primeira viagem internacional , quero saber se a imigração mexicana é muito chata com os brasileiros? o que eles perguntam? vou ficar 5 dias apenas.
    beijos

    • Marina says:

      04/10/2013

      Não costuma ter problema, eles são tranquilos. Com sorte, perguntam apenas se está no país a turismo. Boa viagem!

  • Isabel Pontes da Silva says:

    10/12/2013

    Não concordo com nada que foi dito aqui sobre a cidade, acho que faltou ao nosso amigo interesse para ver mais opções de alimentação.Sempre que estive no Mexico descubro restaurante maravilhosos e com cardápios da gastronomia do mundo todo inclusive do Brasil com churrascarias iguais as nossas. Carne então existem vários cortes ao gosto do freguês, desde file mion até cortes de ribay que é uma delicia…..tudo isso feito na hora numa grelha servida na mesa e vc mesmo faz ao seu gosto. Violencia , insegurança bem menos que nas cidades do Brasil como S paulo e Rio..e o transito é como são Paulo e outras cidades grandes, mas congestionamento mesmo só em horas de pico….isso é so ficar atentos a hora de sair e chegar. No mais é tudo maravilhoso saimos desta cidade bem mais ricos em termos de cultura.Já estive 4 vezes no Mexico e ainda tenho muito que ver ……

    • Cícero Leme says:

      12/04/2014

      Só achei muito interessante da sua parte em criticar ao invés de SOMAR mais algumas dicas….

  • Simone says:

    27/12/2013

    Oi…olha só, assim como várias pessoas acima eu irei para Cancún mas ficarei algumas horas na Cidade do México, gostaria de saber se ao sair do Aeroporto posso ter algum problema, pois me informaram que não é necessário visto para Cancún. Obrigada.

  • Stephanie Borchardt says:

    28/01/2014

    Olá Marina, tudo bem? Vou semana que vem para Cancun e na volta terei uma espera de 12h na Cidade do Mexico. O que você indicaria para fazer nesse tempo? Melhor seria ir de metro ou de taxi? Obrigada.

    • Marina says:

      14/02/2014

      Essas 12h seriam durante o dia? Se for, você pode ir às pirâmides ou ao Museu Arqueológico, que é lindo, lindo, lindo!

  • Vinicius says:

    13/02/2014

    Olá Marina, tenho uma viagem para semana que vem, Cancun, e voltarei domingo as 18:15 e o vôo para o Brasil é as 23:15. Daria tempo para dar um passeio ao centro, apenas para fotos ??
    Por ser domingo, taxi ou metro ?

    • Marina says:

      14/02/2014

      Eu pegaria táxi para ‘render’, já que o tempo é um pouco curto, e você pode combinar com ele uma passagem rápida por outros bairros também, próximos. Também acho mais seguro, pois domingo a noite o centro deve estar meio deserto. Boa viagem :)

  • Diana says:

    12/03/2014

    Gente, o a Cidade do México é um dos piores lugares para se viver no México, fora da cidade muitos mexicanos tem preconceito com os capitalinos ou “chilangos” como são chamados, preconceito que só agora vivendo fora do DF eu posso entender. A melhor cidade para se viver e estudar aqui no México é a cidade de Monterrey, em Nuevo León, fica no norte, e é conhecida como a cidade das montanhas. É uma cidade muito cara, porem eles tem os melhores hospitais, escolas e universidades do país. É conciderada a melhor cidade para se fazer negocios na america. Monterrey é responsavel pela metade da renda do país. A passagem de onibus aqui por exemplo custa 12 pesos! e no DF custa 4 pesos, a comida não tem nada a ver com a comida mexicana tradicional que conhecemos, eles comem muita carne assada e o famoso cabrito, o aluguel tambem é caro, mas vale muito a pena já que por ser tão perto do Texas, tem muito gringo vivendo aqui, quase todos falam ingles corretamente e em algumas horas de carro você pode passear nos Estados Unidos e voltar tranquilamente.

    • Marina says:

      12/03/2014

      Legal saber, Diana! E o que você recomenda de passeio para quem visita Monterrey?

  • Cícero Leme says:

    12/04/2014

    Muito obrigado pelas dicas, teremos um bom tempo de espera no aeroporto e vamos conhecer esses lugares!

    Obrigado pela riqueza dos detalhes!

    grande abraço

  • Dayane says:

    27/04/2014

    Boa noite Marina, vamos para cancun dia 09/05 agora, mas tiramos um dia para ficar em Cidade do México e gostei muito do seu poster… Eu e meu namorado vamos chegar dia 08 cedinho da manha e partiremos para cancun dia 09 tb cedo, então teremos um tempinho corrido para dar uma volta pela cidade, o que vc nos recomenda? Queria aproveitar ao máximo nosso tempo e conhecer o maior número de lugares possíveis nesse período. Como vamos dormir, vou dar uma olhadinho no hostel que vc citou… A hospedagem em Condesa e muito cara?
    Obrigada!

    • Marina says:

      23/07/2014

      Oi Dayane, tudo bom? Não vi hospedagem em Condessa, infelizmente. Um dia dá para fazer bastante coisa se você se programar. Pode ir às pirâmides! bjo e boa viagem

  • Luiz says:

    11/06/2014

    Olá,
    ficarei em Cidade do México das 10 da manhã as 7 da noite, em conexão para o RJ, vindo de MIA, em agosto. Eu e minha esposa gostaríamos de dar um rolé na cidade, o que vc sugere? Talvez um bom restaurante, num bom bairo, seguro e não tão longe do aeroporto?

  • Daniele Campos says:

    10/07/2014

    Olá Mariana, estou adorando seus post. E gostaria de uma ajudinha sua.
    Estarei indo com a minha filha agora dia 23/7, para Miami com uma escala grande na Cidade do México, chego as 07:05 am e meu voo sai as 21:05, numa quinta-feira . E na volta chego as 9:30 am e volto as 23:15. Muitas horas.
    O que vc me indica, gostaria de conhecer alguns pontos, restaurantes, ate mesmo shoppings, pois como teremos muito tempo e praticamente 2 dias. Sendo que na volta será uma segunda-feira e vi que nao abre muita coisa. Metrô ou taxi, como sou de SP, estamos acostumados .
    Desde ja muito obrigado pela atenção

    • Marina says:

      23/07/2014

      Você pode ir às pirâmides. Certamente um passeio diferente para quem voltou de Miami :) bjos e boa viagem

  • Hiuri says:

    11/07/2014

    Ola marina parabens pelas dicas. vou chegar no mexico as 7:15 da manha e meu voo é as 16:40. Daria tempo para conhecer as piramides considerando o tempo que vamos precisar para sair do aeroporto e retornar a tempo de pegar nossa conexao? se teres alguma sugestao eu agradeço

    Obrigado

    HIURI

    • Marina says:

      23/07/2014

      Um pouco corrido, mas da tempo sim, Hiuri! Boa viagem!

  • Tisha Collins says:

    15/08/2014

    Sonho em ir pro México, um dia eu chego lá e realizo esse sonho

  • Jwagner Cunha says:

    18/08/2014

    Estamos eu e a minha esposa, indo passar uma semana na Cidade do México. Gostaria de saber como é a situação da moeda local? Onde fazer um câmbio honesto e seguro? E quais são os lugares (cidades próximas) que valem a pena conhecer.

  • Mariana says:

    22/09/2014

    Olá Marina. Parabéns pelas dicas pela atenção com todos, mesmo quando as perguntas são as mesmas…
    Semelhante ha alguns comentários tbem farei escala na Cidade do México. Ficarei das 07 as 17:30. Quero muito conhecer as piramides e o museu de antropologia. Sei que é pouco tempo, mas não consegui optar por apenas 1 desses passeios. Como estou sozinha os passeios turísticos para os dois locais no mesmo dia são caros (500 reais em média). Estou negociando um tranfer do aeroporto para piramides e depois ele me deixa no museu, e eu voltaria de metro. Acha que é loucura? Se chegar as 12:00h no museu e sair de la as 14h consigo chegar no aeroporto até as 16h?

    Obrigada.

    • Marina says:

      23/09/2014

      Consegue, Mariana. O metrô é a melhor opção por causa do trânsito depois do museu. Será beeeem corrido, e vai dar apenas pra ter um gostinho do museu, mas acho que eu também tentaria essa loucura… hehehe Boa viagem!

  • AUIDIRENE says:

    02/10/2014

    Oi, ficarei na cidade do méxico de 04 a 14 de outubro. Minha preocupação é o clima…. dicas?

  • jorge says:

    11/10/2014

    olá, vi seu comentário sobre compra de máquinas fotográficas na cidade do méxico, voce teria algums sugestões de lojas e se possível os sites para pesquisar os preços? desde já agradeço!

    • Marina says:

      13/10/2014

      Não tenho informações de como está hoje isso, Jorge, infelizmente.

  • Livia says:

    15/10/2014

    Olá Marina, tudo bem? Estou indo para o México esse domingo e gostaria de saber acerca das ida às pirâmides. Ficarei em um hotel no centro e gostaria de ir lá na parte da manhã, pois irei no dia em que volto e meu voo sai às 17h. Você acha que dá para ir? A distância é muito grande? E quanto ao Museu? Ele é perto das Pirâmides?
    Beijos e muito obrigada

    • Marina says:

      15/10/2014

      Da tempo sim, Livia. Sugiro que pegue um tour, pois não é caro. O museu não é perto das pirâmides, não.

  • Adriana says:

    15/10/2014

    Eu ficarei apenas 18 horas na Cidade do México, só que não queria ficar tudo isso dentro do aeroporto. O que posso fazer? chego as 5 da manha e meu voo p SP é só as 23:00

    • Marina says:

      15/10/2014

      Você pode ir às pirâmides pela manhã, depois visitar o Museu e voltar ao aeroporto de metrô, Drika. É um pouco cansativo, mas possível. Boa viagem!

  • Lis Oliveira says:

    20/11/2014

    Marina td bem?

    Vou para a Cidade do Mexico dia 25 de novembro agora. Como eh o clima nesta época?

  • Juliana Souza says:

    29/11/2014

    Olá!

    Gostei muito das dicas…
    Preciso saber qual é o Aeroporto/cidade do México, para quem quer conhecer o Santuário de Nossa Senhora de Guadalupe. Poderia me ajudar??

    Grata!!!

    Juliana Souza

  • OLA MARINA, ESTOU INDO PASSAR DEZ DIA NO MEXICO, AO QUE AGORA ESTOU QUERENDO TIRAR DOIS IDAS P IR A CANCUN. IREI SOZINHA, VC ACHA QUE É PERIGOSO? QUANDO VIAJO SO EVITO SAIR NA NOITE. O QUE FARIA EM CANACUN E NO MEXICO, FORA AS DICAS A CIMA, TEM ALGUMA OBSERVACAO? E QUANTO ESTA VALENDO O PESO LA? OBRIGADA.

    • Marina says:

      23/12/2015

      Cancun não é perigoso. Também fui sozinha, sem nenhum problema. Boa viagem!

  • Romulo says:

    15/02/2015

    Otimas dicas… todas. Parabéns.

  • MARILDA says:

    13/05/2015

    FAREI CONEXÃO EM MEXICO E FICAREI NA CIDADE POR 10 HS, CHEGAREI AS 09:00 DA MANHA, PODE INFORMAR UMA AGENCIA PARA FAZER UM TOUR PELA CIDADE?

  • Karen says:

    09/06/2015

    Olá Mariana,

    Obrigada pelas dicas, amei. Ficarei de 7 da manha as 12 da noite em conexão na cidade do México. Será q esse hostel é uma boa pedida pra descansar umas 3 horinhas após curtir as pirâmides e museu? Do hostel direto pro avião

    • Marina says:

      23/12/2015

      Talvez seja melhor procurar um lugar perto do aeroporto, Karen. Pode acabar perdendo mais tempo no deslocamento que efetivamente descansando. bjos e boa viagem!

  • Carmen says:

    22/12/2015

    Ola Mariana,

    Irei ao Mexico passar 15 dias pretendo passar alguns desses dias em Acapulco.
    Vc poderia me orientar como faço para me deslocar e quais os locais interessantes para eu visitar?
    Já estive 5 dias no mexico e conheci varios museus e fiz alguns passeios como o da Piramide.

    GRata

  • Carmen says:

    22/12/2015

    Mariana,
    A ajuda que pedi é referente a melhor forma de sair do mexico para acapulco e
    lá o que posso encontrar de interessante para conhecer, além das praias claro,
    que adoro.

    grata

    • Marina says:

      23/12/2015

      Oi Carmen, desculpe não poder ajudar, não conheci Acapulco. bjos!

  • José says:

    11/02/2016

    Estou indo para cidade do mexico, qual passeio vcs sugere, que vale a pena, qual moeda predominante, ou devo levar dolar.

    Grato

    • Marina says:

      11/02/2016

      Sugiro os três listados no post, José. Sobre o dinheiro, melhor levar dólares, sim. Abraço e boa viagem!

  • Estate I indo pro Mexico com um grupo de amigos … O que vc me indicaria pra conhecermos , ficaremos de 27 de agosto a 1 de setembro. qual as condicoes climaticas para esta epoca, e qual a melhor moeda usarmos o dollar o our peso.. Por favor nos diga them qual melhor lugar para nos hospedarmos
    Atenciosamente
    Eli

    • João Pedro Carvalho says:

      26/04/2016

      Eli o clima nessa época é mais quente do que no final do ano, na cidade do mexico por exemplo e região faz muito sol durante o dia e calor porém a noite a temperatura pode cair até 10 graus. Qual cidades vocês vão conhecer ? sobre a moeda o melhor a se fazer é levar dólar e trocar por peso mexicano LÁ, pois o dólar é bem valorizado lá !

  • João Pedro Carvalho says:

    26/04/2016

    Discordo totalmente sobre a comida !! A comida mexicana é considerada uma das melhores do mundo justamente por suas variedades e temperos, viajar pra comer pãozinho com manteiga todos os dias igual é no Brasil é bobagem ! A comida mexicana é maravilhosa e tem muita variedade, sem dúvidas uma das melhores culinárias do mundo !

    • Marina says:

      26/04/2016

      A comida mexicana é super reconhecida, quase todo mundo adora – pena que pra mim é que não “encaixou” muito, infelizmente.

  • Como sempre… os posts aqui são fantásticos!
    A Cidade do México é uma opção de viagem completíssima e cabe dentro do orçamento perfeitamente, graças ao câmbio favorável pra nós.
    Existem muitas atrações e a cidade é extremamente moderna e segura.

    Escrevi no meu blog – http://www.viagemabordo.com/2016/06/08/7-motivos-para-conhecer-cidade-do-mexico/
    7 motivos para conhecer a Cidade do México.

    Abraço a todos!

  • ANTONIO DE PAULA VALENTIM says:

    19/06/2016

    vou fazer uma escala em julho chegar as 22 horas de domingo e embarco as 8 da manha na segunda. consigo conhecer alguma coisa com segurança???

    • Marina says:

      19/06/2016

      Oi Antônio, acho que pelo horário será difícil…

  • ANTONIO DE PAULA VALENTIM says:

    19/06/2016

    tem perigo eu pegar um taxi no aeroporto com mala e pedir para dar uma volta na cidade para conhecer

  • Gisele Coimbra says:

    18/07/2016

    Bom Dia !
    Estive no México em abril de 2016 e pretendo voltar em setembro deste ano pois meu filho mora lá. Estou lendo sobre a preocupação de vcs com a segurança ! NUNCA tive problemas com falta de segurança no México! Inseguro é o Rio de Janeiro e outras cidades do nosso Brasil. Andei com celular na mão fotografando tudo que vi pela rua e não vi ninguém querer me abordar pra roubar meu celular. Quanto a comida, é só vc pedir sem pimienta , que eles preparam um prato do jeito que vc quer! Os museus são mais seguros que os do Brasil pois não permitem que vc entra com água, vc passa por detector de metais e ainda revistam a sua bolsa. Nunca vi isso no Brasil!! Qto ao taxi é recomendado pegar UBER do que os taxis de rua, pois são cadastrados e mais seguros.

  • Deixe um comentário